COMO TUDO COMEÇOU 2

apás almoçarem, meu dono veio e me soltou, estava toda dolorida, fui tomar banho, apás terminar meu banho meu donodisse que eu permaneceria nua e pude ir almoçar.rnAssim que almocei, meu dono mandou-me lavar toda a louça, o que fiz prontamente.rnTerminada a limpeza, fui novamente algemada e levada a sala, onde estavam todos os amigo de meu dono, lá fui posta no meio da sala com os braços estendidos para cima, e eles viream e começar a me tocar, sentida suas mãos passearem por todo meu corpo, seus dedos penetrando meus orificios. Colocaram um separador de pernas em mim, que me deixava totalmente aberta. fui vendada, e não demorou muito, senti o chicote bater em meus lábios vaginais, apás foram as partes internas de minhas coxas, minha bunda e meus seios.rnMeu corpo ardia pelas chicotadas, quando tiraram a venda, vi meu corpo todo marcado e vermelho pelas chicotadas, fui posta a mesa com o tronco inclinado por sobre a mesa e meu sbraços foram presos entendidos para frente, meus tornozelos presos aos pés da mesa, o que me deixou completamente exposta.rnFui usado por todos, um apás o outro e confesso que gozei com todos.rnA noite apás o jantar e se rnovamente usada por todos, sendo inclusive penetrada duplamente, fui levada ao celeiro e fui deixada, presa lá, onde passei a noite.rnNo outro dia pela manhã, meu dono me soltou e me mandou tomar banho, apás o banho, me levou para o jardim onde me deixou presa de braços e pernas em aberto, exposta ao sol. Apás meu dono e seus amigos terem tomado café foram atéonde eu estava e começaram a brinca comigo, colocaram uma mordaça em mim, uma coleira e passaram a usar vibradores em mim me deixando louca de desejo de ser possuída, quando meu telefone celular tocou, meu dono retirou a mordaça, me fez ficar de quatro no chão para atender a ligação de meus pais eenquanto eu falava com eles, alguém chegou por tras d emim e me penetrou violentamente em minha bundinha, tive de segurar o grito e continuar conversando ao telefone com meus pais enquanto era usada, assim que ele gozou, outro me possuiu e eu continuava ao telefone. ao terminar a ligação, meu dono pegou novamente o celular, me amordaçou novamente e disse-me qu eficou feliz em saber que meus pais passariam mais uma semana longe e me teria por todo esse tempo. passei o dia todo sendo usada e judiada por meu dono e seus amigos, ao final da tarde, fu liberada para tomar banho para retornarmos a cidade.rnQuando chegamos na minha casa, meu dono disse que havia uma surpresa, tirou de uma sacola uma mini saia de couro curta, um top tambem de couro e me mandou vestir, me deu uma sandália de salto alto, algemou meus tornozelos, meus pulsos para tras e com uma outra corrente prendeu as algemas dos pulsos a dos tornozelos e me levou até a sala de casa, disse-me que havia me alugado por uma noite a um de seus amigos que estavam lá na fazenda e que eu deveria realizar todas as ovntades dele, caso contrário quando eu voltasse, seria castigada por ele. Quando quiz argumentar que não queria ele deu uma gargalhada e disse: mas vc não disse que queria ser transformada de patricinha em vadia, puta e prostituta ? Pois então, em vadia eu a transformei no monte em que te usei, em puta no momento em que vc foi para a fazenda comigo e meus amigos o que faltava, estou fazendo essa noite, pois ele pagou muito bem para ter vc.rnRealmente ele estava certo, pois havia sido isso que eu disse a ele. Me deixou ali sentada na sala presa e foi embora.rnpassada quase 03 horas, ele retornou com seu amigo, seu amigo ficou excitadíssimo ao me ver naquela posição e situação, me levantou, soltou as correntes de meus tornozelos mas não retirou as algemas, retirou minha calcinha e me levou apra o seu carro. Disse que eu teria uma noite incrível e que nos divertiríamos muito. meu dono nos desejou uma átima noite, me disse que me encontraria no outro dia, assim que eu retornasse do meu novo trabalho.rnRealmente passei uma noite inteira sendo usada pelo amigo de meu dono, nã me deixou dormir, quando não estava transando comigo, me deixava com um vibrador ligado dentro de minha bucetinha.rnEram 08:30 da manhã quando me deixou em casa, meu dono já me esperava, me mandou tomar banho, toemi café e ele me mandou par ao quarto, quando entrei ele me mandou deitar na cama e me deixou presa com as pernas abertas um braço esticado e outro mais solto com o celular ao lado, pois caso meus pais ligassem eu poderia atendê-lo, e disse que voltaria mais tarde para ver como eu estava e foi embora, cansada do jeito que eu estava, dormi facilmente. Continuo no práximo